Instagram segue lá: @daleonilde

Assédio Sexual!!

Olá como vão vocês? Sempre venho aqui para contar coisas boas né, como arrumar o cabelo, fazer maquiagens, comprar produtos e decorar quarto. Mas vou abrir o verbo hoje para falar de ASSÉDIO SEXUAL, sim, pesado demais esse tema!
Semana passada eu estava na loja onde eu trabalho, na parte do escritório, quando eu ouvi um cliente de 64 anos, ex-funcionário do banco do Brasil, falando de uma forma meio rude com as atendentes, na ocasião ele chamou-as de potrancas, as meninas perguntaram, bem sem graça: - por que o senhor nos chamou de potrancas? ele respondeu que segundo seu conhecimento as mulheres eram divididas em potrancas e gazelas. Eu ouvindo isso lá de dentro, resolvi sair para ver se ele falava mais, para chamar a atenção dele. Mas ele não continuou e eu saí para almoçar.
Quando retornei do almoço, ele também veio novamente para a loja, e eu fiquei no balcão de atendimento esperando ele se manifestar, nesse momento, estávamos em 4 pessoas da loja, duas moças sentadas na mesa fazendo algum trabalho e outra, vou chamar de "Simone", foi limpar a vitrine da loja, enquanto não chegava mais cliente na loja. Ao ver Simone passando em sua frente o cliente, quebrou o silencio que estava na loja, dizendo a seguinte frase: "A calcinha dela é branca!", ficamos pasmas e olhamos uma para a cara da outra, sem saber quem tinha originado tal comentário do cliente, pois ninguém estava, como roupa intima nenhuma a amostra, eu mesma verifiquei! Percebendo que nós não tínhamos entendido, ele completou a frase olhando para Simone, agachada na vitrine. -é ela ali. Simone, por sua vez, tentou subir mais ainda o cós de sua calça, e fez uma barulho de desaprovação,  (ai, ai) para não ser grossa como o cliente. Ele achou pouco e disse: E a bunda dela é a mais dura da loja toda, ou a bunda dela é a mais dura da loja toda! não me lembro da ordem dessa terrível frase. Vendo aquilo tudo eu qua já nutria raiva desse senhor pela conduta de mais cedo, mas ainda sim tentando me controlar disse: O Senhor por favor poderia respeitar as vendedoras dessa loja, pois eu não as pago para elas virem trabalhar e os clientes ficarem humilhando elas falando da bunda delas ou não, e sim de planos e serviços que a operadora oferece.
ótimo, meninas, o quê vocês esperariam que esse cliente fizesse:
A- pedisse desculpa;
B- Ficasse em Silêncio e saísse de fininho;
C- Falasse que foi mal interpretado ou coisa e tal; ou 
D- Ficasse louco e gritasse muito alto comigo, vindo em minha direção a ponto deu ter que recuar fisicamente:
Pois o pior aconteceu, vou dizer primeiro o que eu lembro que ele me disse aos berros: Além da frase: Você pensa que está falando com quem, vai falar com o louco aqui agora.

Ele- Quem é você para mi dizer isso: Eu- Sou a Dona da Loja;
Ele- Se você é dona da vivo, porquê que não veio resolver meu problema logo como a operadora, (Ele tinha uma conta para pagar que ainda não tinha vencido, nem gerado fatura) Eu- Eu sou dona da loja, não sou dona da Vivo, quero que o senhor pare de falar da bunda das meninas, pois ninguém precisa ouvir isso.
Ele- gritou que falava da bunda delas na hora que quisesse. Eu- O Senhor pode se retirar ou vou chamar a polícia. Ele- Não saio, pode chamar que eu espero aqui, mas não saio, e não estou errado  não gostei de você,  e você está incomodada, por eu não ter falado da sua bunda.
Eu- Então espere que eu já estou chamando. Ele- veio rápido em minha direção e enfiou a cara bem na minha frente fazendo com que eu me afastasse o mais rápido. Eu- perguntei: o senhor por acaso vai me beijar, agora é isso? Ele- você não é a dona daqui não, se fosse a dona teria o nome da senhora escrito na loja, tem que ter o nome da senhora na loja para ser dona eu não sou burro minha senhora; 
Nessa hora entraram 3 clientes na loja, e para que entendesse o que se passava eu fui logo repetindo o problema, para que elas não achassem que não era algo relacionado com a operadora ou atendimento:
Eu- Meu senhor pare de gritar, já te disse para respeitar as moças que trabalham nessa loja, e eu enquanto tiver aqui não vou deixar isso acontecer, o senhor não pode humilhar as pessoas assim. Ele: deu tapas na mesa, assustando as moças que entraram e saíram rápido sem dizer o que queriam; Eu: O senhor não faça isso, o senhor está sendo filmado, temos câmeras aqui na loja, ele correu até a camêra perto do balcão e ficou na ponta dos pés e disse: Não tenho medo de câmeras, meu nome é ......, meu cpf....., não me importo estou certo. Eu: me estressei mais ainda e tentei gritar com ele mais do que ele comigo, o senhor saia da minha loja agora, se quiser falar de bunda, vá falar da bunda da sua p... da sua mulher, se é que tem alguma, nos deixe em paz, não tenho medo de grito, também sei gritar e bater em balcões. Foi nessa hora que toda a rua escutou meus gritos e berros, e vieram para a porta do estabelecimento, assim meu marido também, veio e ele continuou dizendo que estava certo, como homem ele pode saber qual bunda mais dura e falar isso onde quiser. Meu marido disse que não era assim não, quando finalmente a viatura da PM passou na  frente da loja, e os vizinhos gritaram para ela parar, ele muito esperto correu em direção a ela, falando que teve um problema na operadora tal e não estava sendo atendido direito, mas vendo a cara de indignação das pessoas a volta e tendo uma PM mulher dentro da viatura que por sinal tinha saído do carro e aberto a porta ele pegou a bicicleta e saiu correndo. Fomos orientados a ir na delegacia, pelos próprios Policiais Militares, que foram omissos em dar flagrante delito, nele ali mesmo, acabando de vez com a polêmica e ainda fazendo ele respeitar as mulheres.

Esse foi o resumo, agora eu aprendi algumas coisas com isso:
1- Não esperem a coisa aumentar, para tomar as providências, pois com certeza ele estava surtado, e se desse na telha, ele teria agarrado a Simone na loja mesmo, pois não gostou de ser contrariado, nesses casos peça ajuda a algum homem que esteja por perto, chame a policia, não deixe esse elemento se aproximar, e nunca aceite elogios de homens desconhecidos.
2- Quando for pedir ajudar grite alto e dica logo a palavra: Tarado, tarado está me assediando;
Se for dar parte do Tarado e não for flagrante vai precisar de documento de cpf dele e endereço atualizado, pois o sistema, só faz um boletim de ocorrência com documentação do criminoso.
3- Descobri que o assedio sexual, consiste em um conjunto de atos ou palavras ditas contra alguém com conotação sexual, sendo um superior sente superior a outra.
4- Significado de potranca: Égua nova não mexida no sentido de doma, ou mulher gostosa;
Descobrimos também que o tarado velho era daltônico, pois Simone, não estava de calcinha branca era amarela.
5- Aprendi que não devemos ter paciência com cliente tarado, apesar a ideia paciência, já temos falta uma arma! rsrsr Brincadeira, não gere violência!





© Blog Minha Moda eu Mesma Faço -2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mary Design Layouts Personalizados.
Tecnologia do Blogger.