Instagram segue lá: @daleonilde

#sofriviolencia #obstétrica!

Ja fiz meu longo relato de parto, mas vou relatar as violências obstétrica que tive!

1-Soro ocitocina para acelerar o parto;
2-Manobras de krasller;
4-Episiotomia;
5-Ausência de sedação;

Cheguei ao hospital com a bolsa rompida ás 8:00 hs e o obstetra não estava no hospital, 11:30 ele apareceu e fez o toque, não me disse qual era a dilatação e destratou a enfermeira na minha frente quando ela perguntou! Estava mais preocupado com uma ligação perticular que fez do hospital para uma clínica psiquiatrica sobre sua filha,
Examinou meus exames de pré natal! E me encaminhou para sala de pre-parto!
Chegando lá ficamos vendo outras mulheres ganhar bebê de forma desesperada na nossa frente;
Fiquei tendo contração até as 4:30 sem aparecer ninguém para perguntar nada nem orientar!
Quando o médico veio confundio outra paciente comigo, mas percebeu a tempo e colocou oxitocina em mim, sem.necessidade, pois estava dilatando normal até então!
Mesmo eu avisando que tinha fibromialgia, tanto para o médico, como para a infermeira;
Meu parto foi feito 100% pelas 3 infermeiras que estavam lá!
Uma delas saíram para procurar ele e não acharam, elas estavam nervosas!
Fizeram tanta força em cima de mim que elas reclamaram que os peitos e braços delas doiam e resolveram revezar, entre duas para empurrar minha barriga para baixo, que me fez sentir muitas dores para respirar 5 dias depois!
Percebi a episiotomia em 2 momentos do parto!
A infermeira disse que meu peito era pequeno e não teria leite!;
Que eu não podia gritar que ia matar o bebê;
Que quando eu falei que tinha fibromialgia e não podia sentir dor, elas disseram que toda mulher pode sentir essa dor;
Falaram na minha frente que a moça que o bebê acabou falecendo que não ia ter parto Cesário "nem aqui nem na china";
Fizeram os pontos sem anestesia e disseram que estava virgem de novo;
Depois de pesar minha bebê, disseram que ela foi 3,100kg de destruição (que ela me destruiu para poder nascer de tão grande que era);
Me precionaram algumas vezes para dar uma injeção que tinha reação;
O médico não fez o parto, não fez os pontos, não examinou depois, só o vi em três momentos, 1 quando me internou as 11:30 e quando pediu para colocar a ocitocina em mim, sem autorização minha, e 3 vez no corredor do hospital dizendo que a moça tinha que ter parto normal porque ela aguentava!
Depois do parto, não caminhava e fiquei meses puxando a perna, com os pontos abertos sem poder sentar para cuidar de minha bebê!
Tive hemorragia, desmaiei, me colocaram devolta na cama ensopada e fria de sangue, disseram que iam me dar lençóis limpos, passei a noite esperando, e não tinha comida, pois sou intolerante a glúten e lactose e não tinha comida no hospital e era proibido trazer de fora!
fiquei de 4 até 24:00 esperando o analgésico que pedi ao medico depois do parto para parar minhas dores fibromialgicas!
quando tive alto, nak conseguia andar, vi as outras pacientes bem melhores que eu! Dois dias em casa e não conseguia caminhar, sentar e nem cuidar de minha bebê! Fui na UPA ver o engasgo da bebê e medica pediu para eu retornar ao hospital com urgência! Fiz o exame de sangue e voltei, estava sem sangue! Sentei na primeiro sala a medica disse que não era com ela, fui para o outro médico, disse que não podia me atender pq não tinha estrutura, saiu e demorou a voltar, sentei e não aguentava ficar em pé, ele ainda pediu para eu levantar e sair, mesmo eu estando muito debilitada, disse que não sabia quanto sangue eu tinha perdido, mas eu mostrei o exame e ele me internou!



© Blog Minha Moda eu Mesma Faço -2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Mary Design Layouts Personalizados.
Tecnologia do Blogger.